A primeira prancha de surf

Olá surfers!

Aqui estamos nós, com uma dica essencial para quem está pensando em cair no marzão.

O surf é um esporte que exige mesmo que pouco, o equipamento adequado. E,  é essencial para que não se tenham frustrações logo no início, que esse equipamento seja o correto para você. Estamos falando de variáveis que influenciam a escolha – limitações, porte e condicionamento físico, na qual varia de pessoa para pessoa.

funboard-2-12

A prancha de surf é o principal equipamento, e temos que tomar a decisão certa quanto a sua escolha. Pois, além do investimento que muitas vezes não é baixo, é a escolha certa que nos ajudará a evoluir em desempenho.

Para quem está começando, o ideal é que seja uma prancha maior, mais larga e mais espessa. Isso porque essas medidas deixam a prancha mais estável, mais fácil para remar e entrar na onda e principalmente, para ficar em pé. O peso também é um fator importante, por isso sempre considere escolher uma prancha que suporte um peso maior que o seu, gerando melhor flutuação e facilitando a estabilidade em cima da prancha.

Todas as pranchas de surf são medidas em “pés” e “polegadas”.
1 PÉ = 30,48 CM = 12 POLEGADAS
1 POLEGADA = 2,54 CM

Daí vem as dúvidas, porque, para quem nunca sequer pegava jacaré na praia, ter que entender quais são as variações e especificações e espessura já é demais.

As pranchas são classificadas em :

– Longboard

– Gun

– Funboard

– Evolution

– Pranchinha

2fe0fd06ebe057de10f64f2ff71240b2

O funboard – em torno de 7″ e 8″ (pés) – , possui maior área de bico (muitas vezes é arredondado), é o mais recomendado para iniciantes por obter todas as medidas mais largas, tornando a aprendizagem mais rápida e eficiente. O fun é o intermediário entre uma prancha e um longboard. Tem quase a velocidade e mobilidade de uma prancha, e estabilidade de um long.

Esse tipo de prancha proporciona uma remada fácil, e com mais consistência e estabilidade que uma pranchinha. E, é indicado para algumas situações:

 

1) A aprendizagem inclusive para crianças. É um tipo de prancha indispensável nas escolinhas de surf.

2) Surfistas mais pesados que não querem surfar de longboard mas necessitam de uma prancha com boa remada.

3) Surfistas que não surfam regularmente nem mantem atividade física constante e quando vão surfar necessitam de boa remada.

4) Longboarders que querem surfar mais radical para quebrar a rotina.

5) O retorno de quem ficou alguns anos sem surfar.

Uma outra opção é a fun evolution, essa é versão mais “radical” do funboard. O tamanho varia entre 6”8″e 8’0″ e a diferença básica em relação ao funboard está na largura do bico, que fica mais estreito e mais bicudo. Essa largura à menos deixa a prancha com menos remada que o funboard, porém com resposta muito melhor nas manobras. É sem sombra de dúvida a melhor opção para quem tem boa habilidade e já ( ou ainda) manda umas manobras mais iradas, mas também pode ser utilizada em aprendizagem de surfistas mais leves e por mulheres.

Vai uma palhinha de um vídeo que achei no Youtube, da diversão que uma fun proporciona (fun….fun….diversão.. entendeu? :D)

Não fique com dúvidas. Sugerimos procurar um shaper, para melhor sugerir o tamanho e especificações para você.

E, não esqueça que NÃO é só a prancha. Há outros acessórios essenciais, como leash (aquela cordinha que prende a prancha a perna), para não “perder”  a prancha e ter que ir buscar lá na beira toda vez que a onda passar, protetor solar porque mesmo na água você pode ser queimar (e muito) e claro, a parafina.

Decididas (os)?

Agora coragem, e nos vemos no inside …. de prancha!

ALOHA! 😉

 

Primeiros passos pra quem quer surfar

Olá pessoal!

Inicio aqui um novo conteúdo que haverá sempre uma continuidade, mais profundidade de acordo com a solicitação da galera e, conforme vou me deparando com as dificuldades (estou tentando pegar umas ondas também, ora!).

Aqui, vou falar sobre dicas de surf para quem está iniciando.

Para quem já começou ou está começando sabe o quanto frustrante pode ser a experiência dos primeiros dias de surf. Quem está pensando em iniciar a prática e nunca subiu em uma prancha provavelmente vai encontrar dificuldades, e entenda que é natural o tempo de adaptação com esse esporte.

Prontos? Supermotivados? Vamos as dicas:

1. Se você realmente se sente atraído pelo surf, só comece a treinar se for pelo amor ao esporte. Senão nem vale a pena todo tempo e esforço que enfrentará. Tenha em mente que aparecerão diversos obstáculos em que quer ser alguém no esporte e na vida precisa ser superados todas as barreiras e limites.

2. Antes de qualquer coisa, você já pensou em procurar um instrutor? Nada melhor do que ter alguém orientando, falando pra você qual a forma certa em cada passo e motivando, sabe? Dando aquele empurrãozinho (literalmente). Dependendo da sua localização, dá para aproveitar instrutores ou escolas que ofereçam aulas para principiantes. Ele lhe passarão informações essenciais de segurança, etiqueta antes que você seja apresentado a sua primeira prancha de surf. Isso inclui saber como observar outros surfistas na água, carregar sua prancha corretamente e avaliar a área certa da praia.

mulher-aprendendo-surf

3. Pode soar óbvio, mas escolher a prancha certa para começar pode ser um pouco difícil. Lembre-se que você é iniciante. Para começar a se testar na água, prefira pranchas mais longas e largas, isso garante mais estabilidade pois você cairá bastante as primeiras vezes. “O que intimida bastante as pessoas é quando a prancha bate nelas.”, afirma a lenda Rob Machado. E, dependendo da sua localização, você nem precise comprar pois há instrutores que alugam pranchas na praia. Quando você menos perceber você já estará pegando ondas com uma menor. Não se esqueça de acessórios super importantes: leash (aquelas cordinhas que prendem a prancha ao seu corpo) e quilhas.

bkksyxla5vl562oiqx3b0bhn1

4. Vista uma roupa adequada e não se esqueça do protetor solar. Há roupas de borracha (pelo menos no Brasil, que não faz frio congelante), geralmente neoprene que isolam do frio. E, peças de lycras. O interessante é pensar em peças de mangas longas – maiôs, jaquetas, camisetas – pois assim não queimamos tanto os braços, pois a exposição ao sol é muito grande.

Maio-etnico-africa

Maiô manga longa em Lycra e zíper nas costas

5. Saiba em que praias é melhor iniciar e aprenda a olhar o mar. Se houver bandeiras vermelhas, muita correnteza ou gente demais na praia, não será um bom dia para começar a surfar. Saiba também que há lugar certo para entrar no mar, geralmente onde estiver mais calmo, possibilitando a sua entrada.

6. Aqueça. O surf assim como qualquer outro esporte, requer aquecimento antes de começar os treinos. Comece com um aquecimento aeróbico (pode ser uma corrida leve e rápida) e depois faça uma boa sessão de alongamento.

7. Antes de entrar na água, treine em terra firme. Com a prancha sem as quilhas, é fundamental o treinamento da posição sobre a prancha, e, além disso saber levantar quando vir a onda.

8. Ao entrar, deite-se corretamente, de início será um pouco difícil estabelecer uma certa intimidade com sua prancha. É necessário “sentir”  o meio da prancha – isso lhe garantirá a estabilidade – isso influencia muito na sua remada. remando bem, levantar mais rápido e adotar uma postura correta em é é o grande segredo. Acerte o corpo e apoie a barriga na metade da prancha. Estômago, quadril, coxas e joelhos devem ficar “colados” na prancha. O peito sempre elevado e olhar a frente. As pernas devem estar juntas e ligeiramente levantadas. As pranchas ficam em apoio na prancha na altura do peito.

9. Com o peito elevado e o olhar para a frente, reme como se tivesse nadando crowl. as mãos tem de entrar na água quase em ponta (nose) e sair na altura da coxa. Quando vir que a sua oda está chegando, gire para apontar o nose até a praia e aumente a frequência das braçadas.

10. Se você fica mais confortável com a perna á direita a frente, você é goofy. E se for com a perna esquerda, você é regular. De qualquer forma, as pernas devem estar mais abertas que a largura do quadril, a fim de aumentar a estabilidade.Os braços também ajudam a manter equilíbrio. Estenda o braço da frente, e o outro, mantenha perpendicular ao corpo.

60

Há muitas outras dicas e próximos passos para conversarmos, mas inicialmente é isso.

Goste muito do esporte, pense no material adequado (isso influi totalmente na sua performance), aprenda a remar, e com o tempo ficar em pé na prancha.

Qualquer dúvida, sugestões nos encaminhe um email para hinaloha@hinaloha.com.

ALOHA!