Primeiros passos pra quem quer surfar

Olá pessoal!

Inicio aqui um novo conteúdo que haverá sempre uma continuidade, mais profundidade de acordo com a solicitação da galera e, conforme vou me deparando com as dificuldades (estou tentando pegar umas ondas também, ora!).

Aqui, vou falar sobre dicas de surf para quem está iniciando.

Para quem já começou ou está começando sabe o quanto frustrante pode ser a experiência dos primeiros dias de surf. Quem está pensando em iniciar a prática e nunca subiu em uma prancha provavelmente vai encontrar dificuldades, e entenda que é natural o tempo de adaptação com esse esporte.

Prontos? Supermotivados? Vamos as dicas:

1. Se você realmente se sente atraído pelo surf, só comece a treinar se for pelo amor ao esporte. Senão nem vale a pena todo tempo e esforço que enfrentará. Tenha em mente que aparecerão diversos obstáculos em que quer ser alguém no esporte e na vida precisa ser superados todas as barreiras e limites.

2. Antes de qualquer coisa, você já pensou em procurar um instrutor? Nada melhor do que ter alguém orientando, falando pra você qual a forma certa em cada passo e motivando, sabe? Dando aquele empurrãozinho (literalmente). Dependendo da sua localização, dá para aproveitar instrutores ou escolas que ofereçam aulas para principiantes. Ele lhe passarão informações essenciais de segurança, etiqueta antes que você seja apresentado a sua primeira prancha de surf. Isso inclui saber como observar outros surfistas na água, carregar sua prancha corretamente e avaliar a área certa da praia.

mulher-aprendendo-surf

3. Pode soar óbvio, mas escolher a prancha certa para começar pode ser um pouco difícil. Lembre-se que você é iniciante. Para começar a se testar na água, prefira pranchas mais longas e largas, isso garante mais estabilidade pois você cairá bastante as primeiras vezes. “O que intimida bastante as pessoas é quando a prancha bate nelas.”, afirma a lenda Rob Machado. E, dependendo da sua localização, você nem precise comprar pois há instrutores que alugam pranchas na praia. Quando você menos perceber você já estará pegando ondas com uma menor. Não se esqueça de acessórios super importantes: leash (aquelas cordinhas que prendem a prancha ao seu corpo) e quilhas.

bkksyxla5vl562oiqx3b0bhn1

4. Vista uma roupa adequada e não se esqueça do protetor solar. Há roupas de borracha (pelo menos no Brasil, que não faz frio congelante), geralmente neoprene que isolam do frio. E, peças de lycras. O interessante é pensar em peças de mangas longas – maiôs, jaquetas, camisetas – pois assim não queimamos tanto os braços, pois a exposição ao sol é muito grande.

Maio-etnico-africa

Maiô manga longa em Lycra e zíper nas costas

5. Saiba em que praias é melhor iniciar e aprenda a olhar o mar. Se houver bandeiras vermelhas, muita correnteza ou gente demais na praia, não será um bom dia para começar a surfar. Saiba também que há lugar certo para entrar no mar, geralmente onde estiver mais calmo, possibilitando a sua entrada.

6. Aqueça. O surf assim como qualquer outro esporte, requer aquecimento antes de começar os treinos. Comece com um aquecimento aeróbico (pode ser uma corrida leve e rápida) e depois faça uma boa sessão de alongamento.

7. Antes de entrar na água, treine em terra firme. Com a prancha sem as quilhas, é fundamental o treinamento da posição sobre a prancha, e, além disso saber levantar quando vir a onda.

8. Ao entrar, deite-se corretamente, de início será um pouco difícil estabelecer uma certa intimidade com sua prancha. É necessário “sentir”  o meio da prancha – isso lhe garantirá a estabilidade – isso influencia muito na sua remada. remando bem, levantar mais rápido e adotar uma postura correta em é é o grande segredo. Acerte o corpo e apoie a barriga na metade da prancha. Estômago, quadril, coxas e joelhos devem ficar “colados” na prancha. O peito sempre elevado e olhar a frente. As pernas devem estar juntas e ligeiramente levantadas. As pranchas ficam em apoio na prancha na altura do peito.

9. Com o peito elevado e o olhar para a frente, reme como se tivesse nadando crowl. as mãos tem de entrar na água quase em ponta (nose) e sair na altura da coxa. Quando vir que a sua oda está chegando, gire para apontar o nose até a praia e aumente a frequência das braçadas.

10. Se você fica mais confortável com a perna á direita a frente, você é goofy. E se for com a perna esquerda, você é regular. De qualquer forma, as pernas devem estar mais abertas que a largura do quadril, a fim de aumentar a estabilidade.Os braços também ajudam a manter equilíbrio. Estenda o braço da frente, e o outro, mantenha perpendicular ao corpo.

60

Há muitas outras dicas e próximos passos para conversarmos, mas inicialmente é isso.

Goste muito do esporte, pense no material adequado (isso influi totalmente na sua performance), aprenda a remar, e com o tempo ficar em pé na prancha.

Qualquer dúvida, sugestões nos encaminhe um email para hinaloha@hinaloha.com.

ALOHA!

2 comentários sobre “Primeiros passos pra quem quer surfar

  1. claudia disse:

    oie…sou uma amante do mar, sol e surf, porém sempre me faltou coragem! Essa parte toda desse passo a passo eu já fiz algumas vezes. Acredito que o mais difícil ainda ninguém contou: o quanto vc cansa remando e se for em onda um pouquinho mais mexida vc não consegue passar nunca por termos braços mais fracos, o momento de pegar a onda, que em uma aula o seu porfessor te empurra, sozinha não terá esse help, tbm a correnteza já me deixou em maus lençóis..esses perrengues são minha sugestão pro próximo post. Aguardo bjs

    • Hina Aloha disse:

      Oie Claudia!
      Tudo bem??

      Fiquei super feliz com seu comentário.

      Eu tomei coragem e estou encarando o desafio. E vou te falar… sim, é difícil.. em uma das minhas primeiras quedas já tomei 3 pontos no rosto.. e também já me machuquei um bocado por não ter orientação adequada. Mas uma coisa que carrego comigo é a perseverança, coragem e teimosia. Porque sei que há muita variáveis que nos fazem desistir (principalmente nós, mulheres).

      Sobre o que você falou, total pertinência… mas tem exercícios para melhorar condicionamento físico e que podem amenizar algumas situações. E claro, a prática também é essencial.

      Vou me aprofundar mais nos conteúdos e estou preparando coisas bem legais! Por sinal, sua sugestão já está na pauta!
      O meu objetivo com o blog é orientar e encorajar a mulherada a prática deste esporte maravilhoso.

      Muito obrigada, de coração.
      Beijos
      😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *